Unha de fibra de vidro: tudo o que você precisa saber

Não sei o que aconteceu comigo, mas de um tempo pra cá noto que minhas unhas estão cada vez mais fracas. Quebram por nada. E como sempre gostei de unha grande, fico meio frustrado quando não consigo obtê-las naturalmente. Sério, já tentei de tudo. Bases fortificantes, Bepantol, óleo de cravo… Se deixo minha unha crescer, ela quebrava no sabugo. Ódio!

Daí comecei a pesquisar mais sobre unhas postiças. O mercado apresenta várias opções de variados preços, mas a que mais me chamou atenção foram as de fibra de vidro. Elas são as mais indicadas pois não usam cola, fator que contribui para a saúde da sua unha natural. O material também promete ser mais resistente e parecer mais natural. Vantagens, claro, que são traduzidas no preço.

Numa pesquisa rápida que fiz pelas esmaltarias da região onde moro, a diferença de custo da fibra pode ser até 40% maior do que as demais. Por aqui, achei lugares cobrando de R$120 à R$180 para primeira colocação (sem esmaltação que, dependendo da sua região, pode adicionar R$20 ao preço final). Além disso, as unhas pedem manutenção de 15 em 15 dias e o valor cobrado geralmente é a metade do preço da primeira colocação. Sendo assim, se você pagou R$120, a manutenção fica em torno de R$60. O que resulta num gasto de até R$180 por mês.

Definitivamente não é um processo barato. Mas quis pagar pra ver. A vontade de ter unhas maravilhosas falou mais alto que o choro do bolso hahahah.

Tanto a primeira colocação, quanto a manutenção demoraram 3h30. Sim! Fiquei com a bunda quadrada e entediado. Se você ama o formatado stiletto (unha pontuda), o processo pode demorar ainda mais, pois este acabamento é mais complicado de fazer.

Marquei a hora na manicure; e agora?

Não vou saber explicar o processo detalhadamente porque foram três horas de motorzinhos, lixas, gel, raios UV. Mas achei um vídeo que descreve EXATAMENTE o que a manicure fez nas minhas unhas.

Eu sei que o é meio longo, maaaaaaas…

A máquina de raios UV é um dos passos mais chatos. Ela é usada para agilizar o processo de secagem do gel e pode queimar um pouco. Nada muito radical. Mas se você não tem muita tolerância à dor, esse processo pode causar incômodo.

Depois do processo finalizado, minha manicure recomendou que eu fizesse o mínimo de contato com água possível nas próximas 24h. “Banho rápido sem lavar o cabelo”, disse. Ela explicou que o gel leva 60 segundos para secar ao toque, mas precisa de mais tempo para que seque por completo. “Depois desse período, vida normal”, ela completou.

Fique de olho no tamanho

Outra recomendação é para não se empolgar no tamanho. Escolha algo que vai te permitir viver, principalmente se você nunca usou unhas postiças antes. Eu ignorei totalmente essa precaução e acabei tendo que voltar lá 3 dias depois para ela encurtar um pouco. Sério, não conseguia abrir o zíper da minha calça, digitar no computador… Foi tenso.

Por que eu desisti da fibra de vidro?

Quando minha primeira unha caiu (Foto: Instagram/@RealAdamMitch)

Todos os profissionais que conversei me disseram que este material dura de 15 a 20 dias. Porém, menos de uma semana após a primeira colocação, percebi pequenas rachaduras na base da unha. Rachaduras essas que foram abrindo, abrindo, abrindo e poft, uma unha descolou. Depois de então foi uma chuva de unha caindo. Fiquei super descontente.

Me pergunto se isso é um mal das unhas de fibra de vidro ou se foi por causa da qualidade do gel que a minha manicure usou. Realmente não sei explicar o que aconteceu comigo.

A primeira coisa que se deve fazer quando essas rachaduras acontecem e marcar uma manutenção, afinal elas multiplicam a probabilidade de entrar água embaixo das postiças e criar fungo na unha natural. E acredite quando eu digo que fungo na unha não é nada divertido. Não meeeeeesmo!

Enfim, como não sabia explicar o que era exatamente, resolvi tirar as unhas e atualmente estou a procura de outra esmalteria. Se o mesmo problema acontecer, faço um update aqui no blog.

Como estão minhas unhas agora?

Como fiquei pouquíssimo tempo com as fibras, minhas unhas naturais estão praticamente iguais ao que era antes. Não vi fissuras, enfraquecimento, marcas, nada mesmo.

Conclusão

Sim, as unhas de fibra de vidro são cara, mas eu fiquei apaixonado por elas. Depois que ajustei o tamanho, elas ficaram super confortáveis e seguraram o esmalte por muito mais tempo. Senti que eram minhas unhas mesmo.

Sobre o descolamento, ainda não sei se foi um defeito do gel utilizado no meu caso ou se o papo de que elas duram 15 dias mesmo é balela. Fato é, como toda unha postiça, ela precisa de manutenção frequente.

Mas, se grana não for o problema, curti muito mesmo. Só o fato de que, uma vez colocadas, ela parece unha de verdade (não fica grosseira), já ganhou meu coração. Super faria de novo!

Adam

Fundador e CEO

Adam Mitch. Nascido no Humaitá, Zona Sul do Rio de Janeiro, no dia 10 de Fevereiro de 1995, ás 11h 50min da manhã, pesando 3,5kg. Pelo menos é o que consta na minha certidão de nascimento! Posso dizer que desde esta data eu procuro expressar minhas ideias.